sexta-feira, 18 de junho de 2010

José Saramago 1922/2010 - Blog em luto


Morreu hoje aos 87 anos nas Ilhas Canárias/ Espanha, um dos maiores nomes da literatura contemporânea, José Saramago.

Saramago, segundo o critico e teórico Harold Bloom, era "o mais talentoso romancista vivo nos dias de hoje" e criou um universo crítico e inconformista cujo teor denunciava as injustiças sociais coletivas e as angústias do homem moderno em um tom alegórico e ao mesmo tempo realista.

Além de escritor, Saramago foi um intelectual ativo e corajoso. Comprou briga contra instituições poderosas: criticou principalmente as incoerências da poderosa igreja e as distorções sociais causadas pelo capitalismo, sempre dotado de lucidez e honestidade.


Confira o último post do blog da fundação Saramago atualizado hoje:
"Pensar, Pensar
Creio que na sociedade atual nos falta filosofia. Filosofia como espaço, lugar, método de reflexão, que possa ter um objetivo concreto, como a ciência, que avança para satisfazer objetivos. Nos falta reflexão, pensar, precisamos do trabalho de pensar, e me parece que, sem ideas, não vamos a parte nenhuma".

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Pixies no Brasil

Vai ser na cidade de Itu (cerca de 100 Km da capital) no SWU Music and Arts Festival em outubro.
O festival que contará com a presença confirmada Incubus, Dave Matthews Band e Linkin Park acontecerá nos dias 9,10 e 11. Excelente chance para ao vivo umas das maiores bandas Rock de todos os tempos.

No site da banda, você pode baixar free um EP comemorativo. é so clicar no link abaixo e corre para o abraço.

A dica foi do meu camarada Edu. 

Lunar (Moon) 2009

 Espécie de filme-homenagem ao gênero ficção-científica, nos seus pouco mais de 90 minutos de duração, vemos ecos explícitos de filmes como  2001, Solaris e Blade Runner, mas sem render-se a cópia ou a clichês.

O filme narra à história de Sam Bell (Sam Rockwell em interpretação memorável), um funcionário de uma empresa que explora a energia do Sol. Sam está há três anos em uma estação de captação de energia  na lua, tendo apenas a companhia de Gerty (dublado por Kevin Spacey), um robô que o auxilia nas tarefas. O contrato de Sam está prestes a terminar e o astronauta  está animado com seu retorno à terra, mas um acidente revelará  que sua vida não é bem aquilo que aparentava e nem ele é bem o que pensa.

Na contra mão dos filmes de ficção-cientfica de hoje em dia que escondem a falta de idéias  atrás de efeitos especiais fabulosos amparados por orçamentos exorbitantes, Lunar custou apenas US$ 5 milhões e quase não tem efeitos especiais, mas conta com um roteiro inteligente, apesar de simples e previsível ,  explora de maneira criativa  o enredo e as suas possibilidades e conta com duas excelentes personagens (Sam e Gerty),  além da tratar de temas como o sentido da existência,  a ética na ciência e a loucura fruto de isolamento.  


Ainda sobre o Duncan Jones, vale falar que:
O Diretor é filho de David Bowie. O talento está no sangue.
Nos extras do DVD  tem um primeiro filme de Jones, o curta “Whistle"  de 2002 um triller ligeiro e original que colabora para minha opinião sobre a Família Jones/Bowie.